Dicas Solução

Guia sobre Segurança Para Condomínio

Seguranca condominio
Escrito por Lazaro Vergani

Os condomínios sempre passaram uma sensação de segurança maior para quem procura um imóvel residencial ou comercial , principalmente em metrópoles com altos índices de violência.

Apesar de toda proteção que um condomínio possa oferecer o surgimento de quadrilhas especializadas neste tipo de crime é cada vez maior. Os números mostram que os criminosos estão dispostos a correr riscos maiores por produtos de furto melhores.

Para conseguir vencer esta guerra contra a violência e manter os condomínios vencendo esta guerra contra a violência saiba agora algumas dicas certeiras para garantir a segurança do seu condomínio

Estrutura física do condomínio adequada

O primeiro e mais básico passo para garantir a segurança do condomínio é o investimento e atenção na estrutura física adequada. Condomínios muitas vezes construídos por grandes empreiteiras têm o mesmo projeto para várias regiões do país.

Estes projetos priorizam a estética dos empreendimentos visando uniformidade e esquecem das características regionais de segurança.

As características físicas de um condomínio que deve atenção total no momento da construção são.

  • Guarita de portaria blindada para garantir a segurança dos funcionários, banheiro dentro da guarita é indispensável para que evite a locomoção externa dos porteiros e vigilantes. Ar condicionado é ótimo para que evite a existência de janelas abertas que possibilitaria e entrada de bandidos.  As Janelas devem ser amplas e de boa visualização não só da entrada como de toda a rua.
  • Altura adequada dos muros em torno do condomínio, uma medida mínima que profissionais de segurança indicam são de 3,5 metros de alvenaria e mais 70 cm de cercas perimetrais como concertinas e cercas elétricas.
  • Portões e cancelas inter-travados, conhecidos como portões duplos que são abertos obrigatoriamente 1 de cada vez. Ótimo para identificação de pessoas que entram no condomínio, moradores ou prestadores de serviço, pedestres ou em veículos.
  • Passadores de volume que não obriguem entregadores para deixar encomendas nós condomínio.

Com números de violência infelizmente subindo muitas construtoras já observam e aplicam em seus projetos medidas de segurança como as que vimos neste primeiro tópico.

Procedimentos de Segurança Para Colaboradores do Condomínio.

Hoje é inconcebível que em um condomínio independente de qual porte não tenha um regimento interno que regulamente obrigações e padrões de conduta da equipe de prestadores de serviço. Isso está extremamente ligado a segurança do condomínio.

A terceirização devido as recentes reformas trabalhistas em nosso país se tornaram uma opção viável para melhorar a equipe de segurança dos condomínios. Empresas especializadas em prestação de serviços podem garantir bons profissionais.

Porém se a terceirização se der apenas como opção de redução de custos o tiro pode sair pela culatra, é importante conhecer bem e saber o qual seria é a empresa de terceirização que está senda contratada.

Os aspectos mais relevantes para se avaliar uma empresa de serviços terceirizados para condomínio é sua solidez financeira, uma empresa que não consegue remunerar corretamente seus funcionários enfrentam em geral uma grande rotatividade e para manter seu quadro de funcionários com o contingente mínimo acaba sendo negligente com seus critérios de contratação.

Outro ponto fundamental em uma empresa que terceiriza mão de obra para condomínios é o treinamento operacional de seus funcionários, medida esta que necessita ser afetiva e recorrente.

Procedimentos de Segurança Para Moradores do Condomínio.

Além de estrutura física adequada e bons colaboradores como vimos acima um pilar essencial para a segurança do condomínio é o respeito aos regulamentos por parte dos condôminos.

Muitas regras podem parecer burocráticas de mais e é tentador pensar em burlar esta ou aquela regra, mas lembres-se e se todos os moradores do condomínio se dessem o direito de fazer o mesmo?

A vida em sociedade de um condomínio é definida pelo respeito de todos as regras, sem elas iria ser um caos. Imagine todos entrando e saindo da forma que quisessem.

Um exemplo muito claro é a identificação de motoristas de veículos. Mesmo que o morador  seja antigo no condomínio e o porteiro e vigilante conheça seu carro e saiba o número da placa é indispensável que o morador abaixe o vidro, se identifique e se deixe visualizar pelo funcionário. Não são raros os casos de bandidos que furtam veículos com o intuito de em posse deste veículo já conhecido em determinado condomínio consiga uma entrada facilitada para praticar mais delitos.

Segurança Eletrônica no Condomínio.

Uma excelente maneira de fortalecer a segurança do condomínio é o Investimento em segurança eletrônica em particular um sistema de CFTV.

Um sistema de CFTV (Circuito Fechado de TV) é composto por 3 partes básicas que são:

  • Câmeras de Segurança, que serão as responsáveis com capturar as imagens.
  • Infraestrutura que é composta por cabeamento, conectores e organizadores
  • Gerenciador de imagem que podem ser um DVR ou NVR  dependendo de qual tecnologia será empregada no projeto.

Vamos dar 3 dicas básicas de como escolher um bom sistema de CFTV para atender as necessidades do condomínio.

  1. Saiba todos os pontos que precisam de vigilância eletrônica e quantas câmeras serão necessárias para seu sistema de CFTV isso definirá quantos canais terá seu sistema de CFTV.
  2. Qual a resolução necessária para seu sistema de CFTV, esta escolha vai impactar em na escolha das câmeras na qualidade da infraestrutura e no gerenciador de imagem (Em Tudo).
  3. Qual a qualidade noturna que vai querer em seu sistema de CFTV? Geralmente as câmeras de CFTV acionam um infravermelho para visualização noturna o que acarreta em imagens preto e branco e limitam a visualização ao alcance do infravermelho.

Existem também câmeras que conseguem capturar imagens a noite sem necessidade do infravermelho o que vai lhe render imagens coloridas e menos limitação de distância nas imagens noturnas.

  1. Use um rack organizador no sistema de CFTV do seu condomínio. Os racks organizadores trazem uma série de benefícios para o sistema de CFTV como:
  • Facilidade na organização dos cabos
  • Agilidade em identificação de problemas na infraestrutura
  • Mais rapidez na instalação do CFTV
  • Instalação facilitada de um nobreak no CFTV

E você profissional de Segurança eletrônica qual é a maior vulnerabilidade que acredita que existe nos condomínios residenciais e corporativos? Qual a solução?

Deixe seu comentário.

Onix Security, Com a Gente Tudo é mais Fácil.


Sobre o autor

Lazaro Vergani

2 comentários

Deixar comentário.

/* ]]> */