Uma das maiores preocupações do homem moderno é a insegurança e o aumento da criminalidade. Nesse contexto, há uma grande procura pela instalação de sistema CFTV (circuito fechado de televisão) em residências, empresas e condomínios.

Sendo assim, o profissional que atua na área de segurança eletrônica precisa conhecer bem essa tecnologia, sua função e benefícios para que possa oferecer um projeto de segurança efetivo e de qualidade aos seus clientes.

Preparamos esse texto para lhe ajudar a entender o que é um sistema CFTV, aperfeiçoando os seus conhecimentos sobre segurança eletrônica. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto.

O que é um sistema CFTV?
Circuito fechado de televisão é uma tecnologia baseada no monitoramento de ambientes através de câmeras analógicas ou digitais que se difundiu bastante nos últimos anos em residências, empresas, estabelecimentos comerciais e condomínios.

De maneira simplificada, trata-se da colocação de câmeras em pontos estratégicos do ambiente a ser monitorado. Com isso, as imagens captadas são transmitidas para um ou mais pontos de visualização, contribuindo para a diminuição de crimes nesses locais.

Qual a função do circuito fechado de televisão?
Com o aumento dos índices de criminalidade e especialização das técnicas utilizadas nas práticas de crimes, a sensação de insegurança se faz presente em todos os ambientes.

Nesse sentido, o sistema CFTV exerce um papel importante na prevenção e repressão de delitos. Seja identificando os infratores ou inibindo sua ação, a presença das câmeras tem se tornado uma importante aliada no enfrentamento desse problema urbano.

Como é feito um sistema CFTV?
A opção pela utilização da monitoração eletrônica já é uma realidade, com adesão cada vez maior de novos consumidores.

A instalação, inicialmente, é feita através do estudo do ambiente com a escolha dos pontos onde serão colocadas as câmeras. Esse mapeamento é de suma importância pois identifica os pontos vulneráveis do ambiente.

Em seguida, define-se o modelo DVR/NVR/HVR, responsável pelo gerenciamento das câmeras, de acordo com o número de equipamentos utilizados. Outro ponto importante é a escolha de um local seguro para a colocação do DVR, evitando que ele seja danificado ou até mesmo furtado.

Além disso, é importante escolher adequadamente os modelos de câmeras de acordo com as necessidades de cada ambiente. Assim, é possível encontrar opções de câmeras com sensor de imagem, infravermelho, para uso interno e externo, com proteção contra chuva e sistema antivandalismo. Após isso, escolhe-se o cabeamento adequado (coaxial ou UTP) e os pontos de energia.

Desse modo, é possível montar um sistema eficiente e seguro capaz de atender às expectativas dos seus clientes.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre o sistema CFTV, é possível perceber como o uso do monitoramento eletrônico é relevante e importante quando o assunto é segurança e tranquilidade. Para isso, é importante que o profissional esteja atento e preparado para montar um sistema adequado e capaz de suprir as necessidades de cada tipo ambiente, buscando a eficiência e qualidade do serviço prestado.

Agora, que tal aprender como organizar e proteger o seu sistema CFTV e aperfeiçoar ainda mais os seus conhecimentos?