Solução

Saiba as diferenças entre cabos CAT5, CAT5e e CAT6

saiba-as-diferencas-entre-cabo-cat5-cat5e-e-cat6.jpeg
Escrito por Lazaro Vergani

Você compraria pão de um padeiro que mal conhece farinha de trigo? Apesar de contraditório, é muito comum encontrar no mercado profissionais que desempenham atividades sem a respectiva formação na área.

Muitos deles executam suas tarefas com tamanho zelo e capricho, muitas vezes superior daqueles dotados de técnica. Suas habilidades são adquiridas na prática a partir de ensinamentos informais obtidos por amigos e colegas de trabalhos. Entretanto, muitas vezes, perdem vendas quando seus clientes percebem que eles não possuem curso na área ou desconhecem os próprios materiais que utilizam.

Quando o assunto é segurança eletrônica, por exemplo, é muito usual a distinção de cabo CAT5  e CAT6. Mas afinal, o que significam essas designações? Você, profissional que pretende se destacar entre os concorrentes e captar mais clientes, encontre neste post as diferenças entre esses cabos além das vantagens de utilização de cada um.

A quem se referem essas designações?

Elas fazem referência aos cabos utilizados em redes. De maneira simplificada, são chamados de cabos UTP. São aqueles que ficam conectados atrás dos nossos computadores fornecendo internet, geralmente na cor azul e dotados de conector transparente de acrílico em suas extremidades.

As letras CAT significam categoria. Cada qual com as suas características que você acompanha a seguir.

As características e diferenças entre os cabos CAT5, CAT5e e CAT6

  • CAT5: proporciona menor velocidade de transmissão de dados que os demais. São indicados para instalações cuja velocidade de transmissão não seja prioridade. Estes são muito raros de serem encontrados no mercado uma vez que foram substituídos pelo CAT5e;

  • CAT5e: basicamente trata-se da versão melhorada do CAT5. Proporciona maior velocidade que o anterior além de maior proteção à interferência externa. Indicados para transferência de dados dentro da empresa e uso da internet. Estão presentes em empresas de pequeno e médio porte. Geralmente, possuem maior relação custo x benefício;

  • CAT6: ainda estão se popularizando no mercado. Desempenham maior velocidade do que os demais. Porém, além de serem mais caros são menos flexíveis e mais espessos. Na maioria das vezes são indicados para instalações em que se pretende grandes velocidades de transmissão com o mínimo de interferência e não se pretende custear a instalação de fibra óptica. Instalações de CFTV por exemplo.

É importante saber que todos esses modelos possuem limitação de instalação de até 100 metros de comprimento. Em instalações que necessitam distâncias superiores a 100 metros deve-se fazer uso de cabos de fibra óptica.

Quando um cliente decide fazer uso de determinada categoria de cabos toda a rede deve acompanhar a tecnologia. Seja por exemplo o uso de cabos CAT6. O mesmo deverá ser em toda infraestrutura, seja por exemplo patch cords, tomadas rj45, etc.

A importância do conhecimento destes cabos

Quando o profissional conhece as diferenças básicas entre os cabos de CAT5 e CAT6, ele é capaz de apontar qual a solução mais indicada para cada aplicação, além de transparecer confiabilidade o que assegura maior satisfação dos clientes.

Esperamos que nossas informações tenham sido úteis. Caso queira contribuir com alguma sugestão deixe seu comentário no post e compartilhe em nossa rede social.

Sobre o autor

Lazaro Vergani

19 comentários

Deixar comentário.

Share This
Navegação
/* ]]> */