Solução

Quais as diferenças entre DVR, NVR e HVR e quando usar cada um deles?

quais-as-diferencas-entre-dvr-nvr-e-hvr-e-quando-usar-cada-um-deles.png
Escrito por Lazaro Vergani

Com a tecnologia atual, os técnicos e instaladores de Circuito Fechado de Televisão (CFTV) contam com aparelhos e sistemas modernos para câmeras de segurança — como DVR, NVR e HVR — para auxiliar no monitoramento de estabelecimentos comerciais, empresas e residências, sem a necessidade de depender de um sistema operacional ou hardware para funcionar.

Está em dúvida sobre qual sistema de gravação escolher? Então, continue lendo e conheça as diferenças entre DVR, NVR e HVR, e veja qual deles é o mais indicado para cada caso.

O que é o DVR?

O Digital Video Recorder — DVR — é um sistema de gravação largamente utilizado, graças ao seu custo-benefício, que é bastante viável para a maioria dos clientes. Ele consegue gravar em uma resolução de até 960 linhas.

Na prática, o DVR é ideal para quem deseja imagens de qualidade média e está com um orçamento mais limitado, já que o custo dos aparelhos e da instalação é baixo, ou para o cliente que deseja um sistema de monitoramento mais simples.

O que é o NVR?

O Network Video Recorder — NVR — é um sistema similar ao DVR, mas que, além de monitorar, também gerencia as câmeras por IP (via internet).

Já existem muitas dessas câmeras que armazenam todas as imagens em um simples cartão de memória, de forma individual. Já o sistema NVR faz o gerenciamento e a gravação de todas as câmeras de um mesmo local, de uma única vez.

Algumas delas gravam e reproduzem até mesmo em HD ou em Full HD. Além disso, o sistema de gravação NVR permite a visualização e monitoramento de imagens através de dispositivos móveis.

O que é o HVR?

O Hybrid Vídeo Recorder — HVR — é um sistema híbrido, ou seja, é uma mistura do melhor dos outros dois sistemas, DVR e NVR.

Essa é uma tecnologia que aceita tanto câmeras analógicas como as do tipo IP, em uma mesma rede de monitoramento. Graças a esse dinamismo, o HVR está se popularizando rapidamente e, por isso, seu custo tende a baixar com a expansão do sistema.

Qual dos três tipos de gravadores de imagens de câmeras de segurança é o melhor?

Depende da necessidade do cliente e do orçamento disponível. Na prática, todos os sistemas são DVR, mas com aprimoramentos tecnológicos.

  • O DVR é um sistema mais básico, ideal para quem não quer gastar muito, mas não abre mão de um sistema de monitoramento com câmeras de segurança, como em residências, por exemplo.
  • O NVR é um DVR que conta com câmeras de segurança mais modernas, que podem ser monitoradas remotamente. É interessante para comércio e condomínios fechados, que desejam imagens de melhor qualidade.
  • O HVR é indicado para clientes que não querem abrir mão das suas câmeras mais antigas, porém desejam incrementar o sistema com outras mais novas e de qualidade superior.

Todas as tecnologias de monitoramento se desenvolveram a partir do DVR e são cada vez mais modernas e inteligentes, mas é possível adequar cada sistema a partir da necessidade do cliente, para que ele fique satisfeito.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais para mais pessoas conhecerem esses tipos de sistema de monitoramento!

Sobre o autor

Lazaro Vergani

8 comentários

Deixar comentário.

Share This
Navegação
/* ]]> */