Problema

Quais erros na instalação elétrica podem gerar curto-circuito?

quais-erros-na-instalacao-eletrica-podem-gerar-curtocircuito.jpeg
Escrito por Lazaro Vergani

O curto-circuito é um fenômeno que acontece quando uma corrente elétrica passa com alta intensidade num circuito elétrico, como a rede elétrica de uma residência. Este aumento na intensidade da corrente pode ocorrer quando os elementos ligados aos circuitos, como fios, tomadas e disjuntores, são instalados de forma incorreta no circuito. Dessa forma, é importante que as instalações residenciais sigam normas de projeto e que suas manutenções sejam feitas por um profissional capacitado para o trabalho.

Preparamos algumas dicas para evitar que um curto-circuito ocorra em sua residência:

Como evitar a ocorrência de curto-circuito

Verifique o projeto da rede elétrica

O projeto da instalação elétrica de sua residência deve ser feito de acordo com a norma NBR 5410, que estabelece o padrão que deve ser seguido para que instalações elétricas de baixa tensão, como a da sua casa, garantem a segurança e funcionem adequadamente. Caso não saiba se sua residência foi construída de acordo com a norma NBR 5410, consulte um técnico para fazer uma avaliação ou eventuais mudanças na parte elétrica.

Verifique os disjuntores

Os disjuntores atuam como elementos de segurança de uma instalação elétrica. Eles detectam sobrecarga na rede e a desarmam, abrindo o circuito e evitando que a corrente de alta intensidade continue circulando pela rede elétrica. Assim, se o disjuntor desarmar com frequência, isso significa que há problemas na rede elétrica.

A instalação dos disjuntores e a verificação da rede elétrica sobrecarregada devem ser feitas por um profissional especializado. Se os disjuntores forem mal instalados e não desarmarem quando houver sobrecarga, a corrente continuará passando e a instalação elétrica pode ser danificada permanentemente, chegando até mesmo a provocar incêndios.

Verifique os fusíveis

Os fusíveis tem uma função muito parecida com a dos disjuntores, só que funcionam de forma diferente. Eles queimam quando há sobrecarga de energia e por isso devem ser trocados depois que passam por uma sobrecarga.

Se os fusíveis de sua residência queimam e são trocados constantemente, isso significa que a rede elétrica passa frequentemente por sobrecargas. Se este for o caso, recorra a um profissional para fazer a manutenção de suas instalações elétricas.

Verifique os fios

Os fios conduzem a corrente elétrica, logo, devem estar em perfeito estado para evitar sobrecargas. A sobrecarga pode ser identificada através do aumento de temperatura do fio ou do cheiro de queimado vindo do mesmo. Fios amassados, desencapados, com corrosão ou outros tipos de danos devem ser substituídos. Lembre-se de que nenhum aparelho deve ser ligado diretamente na rede através de um fio desencapado.

Verifique as tomadas

Um problema comum no uso de tomadas é a sobrecarga devido ao uso de adaptadores T. Esses adaptadores permitem que vários aparelhos sejam ligados a um mesmo ponto, fazendo com que a tomada fique sobrecarregada. Em seu lugar, devem ser utilizadas réguas de tomada, as quais têm fusíveis que evitam que o aparelho seja queimado. Além disso, recomenda-se quando for viajar retirar todos os aparelhos das tomadas a fim de evitar acidentes.

As dicas acima devem ser seguidas para evitar que ocorra um curto-circuito na instalação elétrica de sua residência. Visite nosso blog e conheça dicas de instalações de equipamentos de segurança para a sua casa.

Confira também neste material 5 dicas importantes de como evitar curto-circuito.

Sobre o autor

Lazaro Vergani

264 comentários

Deixar comentário.

Share This
Navegação
/* ]]> */