Solução

5 tendências em segurança eletrônica que você precisa conhecer

5-tendencias-em-seguranca-eletronica-que-voce-precisa-conhecer.jpeg
Escrito por Lazaro Vergani

Em todos os setores da sociedade, a tecnologia tem evoluído em ritmo muito acelerado nos últimos anos, contribuindo com melhorias significativas que têm tornado a nossa vida mais prática. 

Infelizmente, a sofisticação e a criatividade dos criminosos para praticarem furtos, roubos e até mesmo sequestros também têm crescido exponencialmente com o decorrer do tempo. 

Para combater essa triste realidade, muitos investimentos em segurança estão sendo realizados. Por isso, separamos 5 tendências em segurança eletrônica que você precisa conhecer. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

1. Fechadura digital

Se depender dos avanços em tecnologia para segurança, nos próximos anos as chaves se tornarão obsoletas porque muitas empresas desse setor já estão oferecendo soluções tecnológicas, para otimizar os sistemas de acesso digital.

Estamos nos referindo aos sensores biométricos, que substituirão os chaveiros e fechaduras comuns, ou seja, se tornarão fechaduras digitais. O sistema consiste em permitir que o acesso a uma porta só seja liberado se as impressões digitais (previamente cadastradas) forem reconhecidas.

Além de tornar o processo mais seguro contra arrombamentos, é mais prático e eficiente que a digitação manual de senhas para liberar o acesso a uma porta.

2. Cerca virtual

Com grandes soluções inovadoras chegando todos os dias em tecnologia mobile, era apenas uma questão de tempo que aplicativos de segurança eletrônica começassem a ser desenvolvidos.

A cerca virtual é um aplicativo criado para atuar como uma espécie de localizador via GPS. Basicamente, ele envia um sinal de alerta com a localização de um usuário a outros aparelhos, informando o afastamento da pessoa de certa área.

Por exemplo, você pode instalar esse app no smartphone dos seus filhos. Caso eles se afastem de uma área predeterminada no sistema, você será notificado em seu próprio dispositivo móvel.

3. Tecnologia IP

A tecnologia de segurança eletrônica denominada IP promete simplificar bastante a forma como os sistemas de monitoramento realizam as suas atividades. Para se ter uma ideia, uma câmera com tecnologia IP chega a substituir até quatro câmeras analógicas em um único ambiente, superando-as até mesmo em qualidade de imagem.

O motivo é que a estrutura da rede que a tecnologia IP utiliza é a mesma à qual a maioria das empresas atuais aderiu, ou seja, é completamente digitalizada. Além de eliminar gastos com instalação e manutenção (comuns em sistemas analógicos), isso torna o processo mais rápido, moderno e seguro.

Os modernos sistemas pautados em tecnologia IP podem integrar sensores de movimentos às câmeras, gravando imagens somente ao detectar algo que esteja se movendo em seu campo de visão, o que poupa espaço de armazenamento de dados e otimiza o tempo de vida útil dos equipamentos.

Alguns desses sistemas são capazes até mesmo de enviar notificações por e-mail para a central ou para o operador, no caso de ocorrências.

4. Sistema inteligente de reconhecimento de placas

Uma das grandes inovações em segurança eletrônica, sem dúvida, é o sistema inteligente de reconhecimento de placas. É muito eficiente no monitoramento de casas, condomínios, empresas e áreas com grande fluxo de pessoas.

A tecnologia é capaz de reconhecer placas de carro cadastradas no próprio banco de dados da polícia. Caso a placa esteja vinculada a alguma atividade criminosa, o sistema emite um alerta automático para evitar invasões, sequestros ou crimes em andamento naquele exato momento.

5. Portaria virtual

A portaria virtual é um verdadeiro reflexo do quanto a segurança eletrônica está em ascensão, e promete trazer boa economia para o setor, além de aumentar a eficiência do trabalho de monitoramento de empresas, casas e condomínios, pois integrará um sistema tecnológico no lugar de um operador humano.

Embora pareça ter saído de um filme de ficção científica, a portaria virtual nada mais é que um sistema que, por meio de um interfone, coloca o visitante em contato com a central. Então, a central decide liberar ou não o seu acesso ao local.

E você, conhece alguma tendência em segurança eletrônica que deixamos de citar no artigo? Gostaria de compartilhar com a gente? Então deixe o seu comentário!

Sobre o autor

Lazaro Vergani

Deixar comentário.

Share This
Navegação
/* ]]> */